quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Qual A Diferença Entre Metáfora e Metonímia?


Qual a Diferença Entre Metáfora e Metonímia?

Métafora é uma figura de estilo (ou de linguagem) construída a partir de uma comparação implícita: "Minha vida é um palco iluminado" "Meu cartão de crédito é uma navalha".
Nos dois exemplos acima, há comparação:
1. Vida = palco
2. Cartão de crédito = navalha.

Os autores desses versos, ao estabelecerem a comparação, expressaram uma relação de semelhança entre os dois termos da comparação, relação essa subjetiva, resultado de sua imaginação, de sua percepção particular da realidade. Observe também que os autores não usaram as palavras que normalmente usamos para fazer uma comparação: "é... como...", "é tão... como..."; por isso dizemos que a comparação está implícita. Para entendermos uma metáfora numa música ou poema, devemos saber ler a comparação implícita, visualizar a imagem que ela nos desperta.
Carlos Drummond de Andrade escreveu num verso uma metáfora muito original e subjetiva:

 "O tempo é uma cadeira ao sol...". – Carlos Drummond de Andrade

Não é preciso explicar, apenas entender a sensibilidade do poeta e saborear a imagem dessa belíssima metáfora. A metonímia consiste na substituição de um termo por outro com o qual mantém uma relação de significado. Essa relação pode ser de vários tipos: continente pelo conteúdo, autor pela obra, a marca pelo produto, a parte pelo todo, o efeito pela causa etc. Exemplos:

 "Meu pinho toca forte que é pra todo mundo saber..." (Chico Buarque) 
●Pinho é a madeira de que é feito o violão;

"Ele só lê Machado de Assis"; "O bonde passa cheio de pernas..." (Carlos Drummond de Andrade).

Observe que a metonímia não é uma comparação como a metáfora. Substituímos uma palavra por outra por uma relação de contiguidade ("vizinhança"). Quando construímos uma metáfora, substituímos uma palavra por outra por uma relação de similaridade (semelhança). Os apelidos são bons exemplos para esclarecer essa diferença - podemos chamar alguém de Bigode, porque ele tem um admirável bigode: trata-se de uma metonímia.
Mas se uma pessoa se parece com um cavalo, tem cara de cavalo, e a apelidamos de Cavalo, estamos utilizando uma metáfora.

3 comentários:

  1. A diferença entre a metafora e a metonimia ficou bem esclarecida nessa abordagem né meninas?*-*

    ResponderExcluir
  2. Resumindo,metáfora compara algo que não tem vida (árvore,porta..) com alguém, e a metonímia substitui a parte pelo todo ou ao contrário :)

    ResponderExcluir
  3. Isso mesmo bru, e o que é mais importante ambas são usadas no dia-a-dia e nem se damos conta disso *-*

    ResponderExcluir